Guilherme Novita Garcia

Indicações: Uso de Moduladores Seletivos de Receptor Estrogênico

Os SERMs podem ser sugeridos às pacientes de risco para câncer de mama, desde que o risco de efeitos colaterais seja menor que o eventual benefício protetor. Não existe idade correta para o uso da medicação, mas sugere-se o uso após a prole constituída. A decisão final sobre a utilização da droga sempre deve ser tomada pela paciente, após ampla informação. Afinal, a quimioprevenção interfere apenas com probabilidades e, eventualmente haverá casos de câncer em pacientes que a utilizem e vice-versa. A droga de escolha sempre deve ser o tamoxifeno, na dose de 20mg/dia por 5 anos. É a medicação com maior número de estudos e aparente melhor efeito protetor. O raloxifeno, na dose de 60mg/dia por 5 anos, pode ser uma alternativa para pacientes na pós-menopausa com contraindicações ao tamoxifeno ou que não tolerem este medicamento. Vale lembrar que aparentemente a aderência ao raloxifeno pode ser maior que ao tamoxifeno.

Outros Fármacos

Não existem outras medicações ou suplementos com eficácia comprovada para a prevenção primária do câncer de mama. Existem estudos em andamento com inibidores de aromatase, que demonstraram resultados promissores na redução de tumores contralaterais de mulheres com câncer. Estudos com outras substâncias, tais como AINH, vitamina D ou suplementos alimentares demonstraram ineficácia ou ainda são muito prematuros.